Blog

Uma Nova Pessoa

1 de agosto de 2018

 

Venho acompanhando essa polêmica da Gillette na recuperação da imagem desse jogador famoso.

Achei muito interessante o tema da sua nova estratégia de propaganda da promoção da figura humana.

Mas infelizmente cheias de falhas.

Primeiro porque essa campanha prega ser nova a cada dia, mas logo de cara ficaram preocupados com o resultado negativo que deu essa primeira chamada.

Aí pergunto: onde está o novo?

A pessoa continua sendo a mesma, não conseguindo trabalhar uma rejeição que ele mesmo criou em sua imagem durante a Copa.

Renovar-se todo dia não significa que tudo o que faço precisa ser aceito por todos, renovar-se todos os dias significa estar pronto também para ser rejeitado e não se vitimizar quando se é rejeitado.

Estamos entrando nas campanhas presidenciais e veremos todos os dias mais do mesmo. Pessoas com escrúpulos velhos querendo mostrar que são a nossa nova opção de administração.

Que cada um de nós estejamos atentos a isso tudo e que consigamos aprender que a nova pessoa não se faz com pedidos de desculpas públicas, mas com atitudes públicas que demonstrem que aprendeu com seus erros e que acima de tudo estão prontos para trabalhar suas frustrações sem se justificar. Simplesmente tendo a humilde na atitude de aceitar que o perfeito não existe e que não importa o nosso nível de notoriedade, precisamos aprender a aceitar que tudo que fazemos não é preciso ser aceito por todos, tampouco ser perfeito, mas que tudo o que fazemos nos transforme a cada dia independente da aceitação popular.

Por isso nessa nova atrancada da campanha da Gillette, da campanha presidencial e tudo mais, não analise o novo dos outros, mas sim o seu novo para não cometer os mesmos erros do velho. Para mais tarde ter que ficar justificando que todos são iguais. Isso é só mais uma justificativa que estaremos criando para uma frustração que estamos tendo. Para que isso não ocorra, sinta não o que estão prometendo fazer, mas o que realmente cada candidato tem de verdadeiramente novo a oferecer porque somente aquele que souber assumir seus limites poderá oferecer algo novo.

É quando nos deparamos com nossos limites é que temos a capacidade de sermos e fazermos o novo para conseguir fazer nossa superação.

Atair dos Santos

1 de agosto de 2018

Imagem de Gillette e José Cruz/Agência Brasil



Back to blog list



Join Discussion